AAFCorsan selo35

Segunda, 12 de Abril de 2021

A Famurs promove nesta terça-feira (13.04), a partir das 20h, a live "A Corsan e os municípios gaúchos: Qual o caminho"? O objetivo da entidade é detalhar qual a proposta do governo do Estado, que até agora não chegou ao conhecimento dos gestores municipais. Por isso, a necessidade de dialogar, com responsabilidade e transparência, sobre um tema que impacta diretamente os 317 municípios do RS que possuem contrato com a Corsan.

O encontro online terá como convidado o presidente da Corsan, Roberto Barbuti. Durante o evento, os prefeitos e demais participantes poderão enviar perguntas para o gestor da Corsan. Após a manifestação do presidente da Corsan, Roberto Barbuti, os deputados Sérgio Turra (PP), Juliana Brizola (PDT), Giuseppe Riesgo (Novo) e Edegar Pretto (PT) vão debater sobre o tema. Este evento será o primeiro de uma série de lives sobre a Corsan que a entidade vai promover para detalhar o tema. O evento será transmitido no canal do youtube da Famurs (youtube.com/TVFamurs) e na página do facebook da federação facebook.com/Famurs A mediação da live será realizada pelo presidente da Famurs, Maneco Hassen.

Sábado, 10 de Abril de 2021

Lentidão na conexão de internet sempre foi um problema comum entre os consumidores de serviços de banda larga. Com o incremento do uso da internet em razão da pandemia, a qualidade do serviço ganhou relevância na medida em que as pessoas se viram dependentes de boas conexões para acessar vídeo-aulas, reuniões virtuais de trabalho e mesmo por lazer, como jogos on-line.
Embora seja comum observar ofertas de planos com velocidades altíssimas em conexões excelentes buscando atrair a clientela, não raro os consumidores encontram problemas no acesso à sites simples e muitas vezes total impossibilidade de acesso à serviços virtuais mais complexos. Em geral, quando verificada lentidão na conexão e o usuário contata a operadora, a solução oferecida se resume às instruções passadas por telefone para desligar e ligar novamente o modem. Quando tal medida não funciona, é comum ver a culpa recaindo na configuração do computador ou do celular do usuário, ou mesmo nas condições climáticas da região.

Quarta, 07 de Abril de 2021

Para fazer frente ao amplo espaço na mídia que as iniciativas de privatização da Corsan, por parte do governo do Estado,  tem tido ultimamente, o Sindiágua está lançando uma campanha de comunicação buscando acessibilizar à comunidade gaúcha as implicações e consequências deste passo. “Precisamos ter um menor desequilíbrio na busca de informar o usuário da Corsan e também a classe política sobre os prejuízos aos gaúchos de uma privatização da água.”, destaca a publicação do Sindicato que convida todos os colegas a contribuírem com um aporte financeiro para custear a campanha. “O custo inicial da nossa campanha é de R$50 mil no primeiro mês. Propomos uma campanha de no mínimo seis meses. Propomos também um aumento de alcance das nossas mensagens, seja por outdoor ou por mídia em TV, além da mídia em rádios como já está acontecendo”, justifica o Sindiágua.  Para receber as contribuições, a entidade criou uma conta específica. Veja como participar: